Semana do Cruzeiro começou com problema urgente para Larcamón resolver

Pode-se dizer que o Cruzeiro conseguiu um bom resultado na partida de ida da final do Estadual com o empate por 2 a 2 contra o Atlético-MG, na Arena MRV. Em especial por conta do primeiro tempo celeste, que deixou a desejar. No entanto, apesar de ter mantido a vantagem para o jogo da volta, a Raposa terá que resolver um sério problema nesta semana. 

De antemão, vale dizer que, para ficar com o título do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro precisa de um novo empate no próximo domingo (7), às 15h30, no Mineirão. Até o momento, mais de 55 mil ingressos foram vendidos para o jogo e, portanto, a expectativa é para recorde de público no Gigante da Pampulha. 

Larcamón é avisado sobre problemão no Cruzeiro

O fato é que o empate com o rival ficou marcado por um elevado número de cartões no clássico. Para se ter uma ideia, o Cruzeiro recebeu sete, sendo, desta forma, o recorde para o time no torneio neste ano. 

Aliás, essa “indiscisplina”, ao que tudo indica, foi o que levou Larcamón a deixar Zé Ivaldo no banco de reservas durante o primeiro tempo do clássico. O zagueiro tem sete cartões em oito jogos, sendo um vermelho. 

“As minhas escolhas são por questões táticas e de grupo. O Zé Ivaldo é um jogador ótimo, mas precisa melhorar em alguns aspectos”, explicou o argentino na Arena MRV.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

No último clássico, foram amarelados: Lucas Romero, Marlon, Matheus Pereira, Neris, Filié Machado, Ramiro e Juan Dinenno. Destaca-se, contudo, que todos eles estão à disposição do treinador para o jogo da volta. 

Ainda em tempo, vale dizer que o Cruzeiro é o segundo time mais amarelado no Estadual até aqui, com 33 cartões, perdendo somente para o rival, com 35.

Comentários estão fechados.