Ronaldo. Foto: Divulgação/Reprodução.

Ronaldo recebe oferta para construção de estádio para o Cruzeiro

Se dentro de campo as coisas vão bem para o Cruzeiro, líder isolado da Série B do Brasileiro e nas oitavas de final da Copa do Brasil, fora dele, desde a chegada da SAF e de Ronaldo, tudo parece se estruturar. Dessa vez, um antigo sonho da torcida celeste pode achar a luz do sol real. De acordo com o site O Tempo, um estádio para o clube já teria projeto e investidor. 

O prefeito de Betim, Vittorio Medioli (sem partido), deve anunciar, em breve, as diretrizes para a construção da arena do Cruzeiro. Sabe-se, de antemão, que o estádio será fruto de uma Parceria Público Privado (PPP) com um investidor internacional, que depositará cerca de R$450 milhões para as obras. Além disso, o Cruzeiro receberia, de imediato, um montante de R$150 milhões. 

Um estádio para chamar de seu?

A prefeitura de Betim afirmou que já teria aval do espaço para a construção do estádio, que ficaria localizado na Via Expressa, a menos de 10 quilômetros da Arena MRV, do Atlético. Além do retorno financeiro imediato que receberia o Cruzeiro, a equipe mineira também teria direito a 80% das vendas com a bilheteria. 

Com 100 mil metros quadrados, a expectativa é de que o projeto seja realizado em dois anos e comporte até 45 mil torcedores e 52 mil pessoas para shows e eventos. O novo estádio teria como inspiração a Arena da Baixada, do Athletico Paranaense, com teto retrátil e gramado misto.

Além disso, o projeto inicial prevê ainda a construção de um estacionamento para mais de três mil carros, parques ecológicos e um centro de convenções em um completo próximo ao estádio. Os detalhes serão apresentados pelo prefeito Vittorio Medioli nesta quarta-feira (15). 

O gestor espera uma reunião com Ronaldo Nazário, dono da SAF do Cruzeiro, que desembarca em Minas Gerais nesta quarta, onde se encontrará com o governador Romeu Zema (Partido Novo). 

Caso confirmada a proposta da construção da arena, o Cruzeiro poderia se beneficiar com o corte de gastos que tem para mandar seus jogos no Mineirão. 

Na partida contra o CRB, por exemplo, os custos chegaram a R$607.314,99. Destes, mais de R$69 mil foram de despesas operacionais no Gigante da Pampulha. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.