Ronaldo. Foto: Divulgação/Reprodução.

Ronaldo age nos bastidores e Cruzeiro pode ser dono do Mineirão

De volta ao Brasil, Ronaldo desembarca nesta quarta-feira (15) em Belo Horizonte. Na capital mineira, o gestor já tem alguns compromissos. O primeiro deles será uma reunião com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, ainda na tarde de hoje. Sobre a mesa estará a pauta da possibilidade de o Cruzeiro passar a administrar o Mineirão.

Um assunto delicado, ao certo, uma vez que o Governo de Minas Gerais tem contrato firmado e vigente, até 2037, com a Minas Arena, atual gestora do estádio. No entanto, essa será a primeira conversa formal entre Ronaldo e Zema, um passo importante para o clube.

As possibilidades do Cruzeiro

O encontro desta quarta-feira entre os gestores acontecerá no gabinete do governador de Minas Gerais, com a presença de Fernando Marcato, Secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade. As partes pretendem construir hoje apenas uma ideia inicial dos moldes do acordo para que o Cruzeiro possa administrar o Mineirão. 

No entanto, caso as tratativas avancem, será indispensável incluir a Minas Arena na conversa, uma vez que há um longo contrato firmado entre a empresa e o estado. 

Atualmente, o Governo de Minas tem de fazer repasses mensais à administradora. A quantia gira em torno de R$10 milhões. O valor seria uma pedra no sapato de Zema, que quer reduzir esse impacto.

Conforme apuração do ge, uma das possibilidades seria de o Cruzeiro assumir o repasse acertado com a Minas Arena até o final do contrato da empresa com o Governo de Minas, em 2037, mas tendo um prazo maior para efetuar o pagamento. 

Sendo assim, a atual administradora receberia os valores previstos em contrato, no entanto, em parcelas menores e de responsabilidade do Cruzeiro, que, durante esse período, poderia explorar o Mineirão de forma a torná-lo mais rentável para o clube.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.