Ronaldo pede paz em final entre Cruzeiro x Atlético

O Cruzeiro tem pela frente mais um clássico contra o Atlético-MG, desta vez pela final do Campeonato Mineiro 2022. Ainda neste mês, os dois rivais se enfrentaram pela primeira fase do torneio, com o Alvinegro levando a melhor.

No domingo, dia 6 de março, no Mineirão, mandante deste ano, o Galo saiu vencedor por um placar de 2×1, após virada com pênalti polêmico a seu favor, e um gol nos acréscimos de Ademir, reforço do time para a temporada.

A final será realizada em jogo único, e em caso de empate, a decisão vai ser nos pênaltis. A partida acontece neste sábado, novamente no Mineirão, às 16h30. O novo dono do Cruzeiro, Ronaldo Fenômeno, pediu paz no estádios, e ressaltou a importância de uma rivalidade saudável. O duelo entre as equipes vai contar com a divisão de 50/50 entre as torcidas rivais.

“Espero muito que seja um ambiente de muita tranquilidade, sem nenhum tipo de violência. A gente tem uma oportunidade de passar um belo de um exemplo para o mundo, com um belo de um espetáculo, sem violência, sem confusão. Enfim, só aquela rivalidade dentro de campo e acabou. Não tem outra história. Essa rivalidade ela é saudável.

O Atlético precisa da gente e a gente (Cruzeiro) precisa do Atlético para sermos grandes. Os dois ajudam um ao outro a ser cada vez maior. Isso que é bacana”

Ronaldo e o Cruzeiro

Ronaldo Fenômeno anunciou a compra de 90% das ações do Cruzeiro no dia 18 de dezembro de 2021, pelo montante total de R$ 400 milhões. A Raposa é o primeiro clube-empresa no Brasil a usar o modelo Sociedade Anônima do Futebol (SAF), desde que foi aprovado pelo Congresso Federal no ano passado.

Após 86 dias da assinatura oficial do contrato de compra, Ronaldo exige novos ajustes e discute assuntos fundamentais para se tornar dono em definitivo do clube. Uma das principais exigências, seria a compra das Tocas da Raposa I e II, porém, qualquer negociação envolvendo imóveis sobre domínio do clube, deve ser votada pelo conselho deliberativo.

O Presidente do Cruzeiro comentou sobre a possibilidade de desistência da compra por parte de Ronaldo Fenômeno.

“Eu acredito que não vai desistir do acordo. Não posso falar por ele. (…) A torcida pode ficar absolutamente tranquila. Aquele foi um prazo que a gente se estipulou, que a gente entende que seria normal pra uma diligencia, uma operação desse tamanho, mas é claro que se estender mais um pouquinho, não existe isso de acabou o negócio.”

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.