Pedro Martins esclarece tudo pela primeira vez sobre saída do Cruzeiro

O executivo Pedro Martins, que comandou o departamento de futebol do Cruzeiro na gestão de Ronaldo Fenômeno na SAF, deixou o Cabuloso semanas antes da chegada de Pedro Lourenço, está trabalhando no Vasco após receber proposta irrecusável e falou sobre o assunto pela primeira vez. Em declaração, Martins esclareceu todas as dúvidas dos cruzeirenses.

Apresentado nesta sexta-feira (31) como diretor de futebol do Vasco, Pedro Martins falou sobre a saída do Cruzeiro, apesar de já está na função há um mês no clube carioca. Sem querer entrar em polêmicas, Martins afirmou ter entendido que o ciclo na Raposa tinha acabado.

“Eu estava terminando um período de dois anos e meio no Cruzeiro, um período intenso, de reconstrução complexa e orçamento baixo. Diferentemente de outros clubes, o Cruzeiro optou por se organizar e trabalhar com as receitas que a própria marca, o próprio clube levava”, disse Pedro Martins.

Ainda na declaração, Martins contou quando recebeu a proposta do Vasco não precisou pensar muito para tomara decisão, já que era claro para ele ser o momento certo.

“Entendi que estava chegando ao final de um ciclo. Quando recebi a ligação do Vasco, entendi que poderia ser um próximo passo interessante. Primeiro, porque nunca tinha trabalhado no Rio de Janeiro, no mercado do Rio de Janeiro, pela força e a potência da marca do Vasco e o pedido de me desenvolver o projeto esportivo me chamaram atenção”, completou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Sabendo da necessidade de construir uma carreira no futebol, Martins entendeu que naquele momento o Vasco tinha mais recursos para montar um time qualificado, com mais opções de contratações e aceitou a oferta do Cruzmaltino.

“Achei que faria sentido este movimento de carreira, e justamente porque queriam alguém com capacidade não só de olhar para o mercado de transferências, que as pessoas pensam que é a principal atribuição, mas olhar também para categorias de base, futebol feminino, estruturação do departamento de futebol que facilitasse o crescimento do Vasco nos próximos anos”, finalizou.

Comentários estão fechados.