Membros de torcida organizada do Cruzeiro acabaram presos por motivo inacreditável

O último clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG ficou marcado por mais uma confusão de organizadas. Dessa vez, quatro membros de uma torcida da Raposa foram presos por atirarem pedras e paus em veículos às margens da MG-050, em Itaúna, no Centro-Oeste do Estado. A confusão aconteceu logo depois do empate por 2 a 2, na Arena MRV, pelo jogo de ida da final do Mineiro. 

De acordo com a Polícia Militar, uma denúncia apontou que cerca de 30 pessoas estavam arremessando objetivos nos carros. Segundo a corporação, os suspeitos, todos uniformizados com vestes da organizada, atiraram pedras nos veículos, fossem eles de membros da organizada do rival ou não. 

Membos da organziada do Cruzeiro confessam o crime

Quando a Polícia chegou ao local, diversos suspeitos fugiram e deixaram objetivos na rua, De acordo com os militares, alguns deles seguravam algo na cintura, o que foi apontado como possíveis armas de fogo. 

Como mencionado, quatro suspeitos foram presos. Eles confessaram a participação em uma festa da sena da torcida durante o jogo e lá tomaram a decisão de atirar os objetivos em conjunto. Ainda segundo a PM, três deles tinham passagens anteriores pela polícia por crimes como desobediência, uso de drogas, agressão, furto e roubo. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Desportivamente falando, o Cruzeiro conseguiu um bom resultado em campo e ampliou a sua vantagem sobre o rival. Para ser campeão do Estadual, o time celeste precisa de pelo menos um empate na volta. A partida será disputada no próximo domingo (7), às 15h30, no Mineirão. A expectativa é para mais de 60 mil torcedores no Gigante da Pampulha.

Comentários estão fechados.