Larcamón não quis saber e deu “puxão de orelha” em jogador do Cruzeiro

Nicolás Larcamón foi bastante criticado por conta de sua escalação no primeiro clássico da final contra o Atlético-MG. De fato, o Cruzeiro entrou muito mal em campo; tanto assim que sofreu dois gols no primeiro tempo e foi para o intervalo com a desvantagem de 2 a 0 no placar. 

Na etapa final, porém, o Cruzeiro cresceu de produção e conseguiu arrancar o empate contra o rival. Com isso, a equipe Savage precisa de uma nova igualdade no clássico da volta para sagrar-se campeã do Campeonato Mineiro. O duelo será disputado no próximo domingo (7), às 15h30, no Mineirão.

Larcamón abre o jogo e fala o que pensa de jogador do Cruzeiro

O fato é que Nicolás Larcamón se calou diante das cobranças que recebeu por parte da torcida e disse o que pensa após ser questionado sobre sua escalação. A saber, a principal queixa foi a ausência de Zé Ivaldo entre os titulares. O zagueiro entrou no segundo tempo e conseguiu fazer um bom jogo.

De acordo com Larcamón, a decisão foi tomada com base em uma justificativa: o comportamento do atleta em campo. Para se ter uma ideia, Zé Ivaldo tem sete cartões em oito jogos na temporada, sendo um vermelho. 

“O Zé Ivaldo, vocês falam que ele deveria jogar, mas no último jogo foi expulso em 20 minutos. Ele é um jogador excepcional. Uma qualidade superlativa. Mas, também, é preciso que ele melhore esse aspecto”, disse Larcamón, em entrevista na Arena MRV. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Como mencionado, o Cruzeiro precisa apenas de um empate para ser campeão Mineiro. Até o momento, mais de 55 mil ingressos foram vendidos para a partida de volta. Ao que tudo indica, teremos casa cheia no Gigante da Pampulha, que deve receber a sua capacidade máxima.

Comentários estão fechados.