Cruzeiro adotou superstição para jogos contra o Atlético

O Atlético Mineiro inaugurou a Arena MRV em meados do ano passado. No entanto, o Cruzeiro segue como o grande dono do estádio. Para se ter uma ideia, até aqui, foram três clássicos disputados no local. A saber, foram duas vitórias da Raposa e um empate. 

A última partida aconteceu neste final de semana, pelo jogo de ida da final do campeonato mineiro. O duelo terminou empatado por 2 a 2 e, com o resultado, o Cruzeiro precisa de uma nova igualdade para ser campeão estadual em 2024.

Cruzeiro usou amuleto da sorte contra o Galo

No entanto, um fato chamou a atenção da torcida. Isso porque em todos os três clássicos disputados na Arena MRV, o Cruzeiro atuou com o uniforme branco. A explicação exata ainda é uma incógnita, porém, há alguns pontos a serem considerados.

Um deles, é que historicamente foi com a camisa branca que o Cruzeiro aplicou a goleada por 6 a 1 em cima do Galo, em 2011. Dois anos mais tarde, o Cruzeiro também recorreu a uniforme branco em algumas partidas. No entanto, essa tradição começou bem antes, para ser mais preciso, no final dos anos 80.

No Campeonato Brasileiro de 1987, o Cruzeiro jogou cinco 18 jogos decisivos do torneio de branco. A saber, a equipe Celeste chegou à semifinal após eliminar o Santos. Na semi, o Internacional jogou um balde de água fria nessa tradição e, mesmo de branco, o Cruzeiro empatou com o time do Sul e foi eliminado.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O fato é que, em 2024, o Cruzeiro quer ser campeão do estadual e usará a tradicional camisa azul. A partida decisiva acontecerá no próximo domingo (7) às 15:30 no Mineirão. A expectativa é de casa cheia no Gigante da Pampulha e até o momento mais de 55 mil ingressos já foram vendidos.

Comentários estão fechados.