Torcida rende mais de R$500 mil ao Cruzeiro

A máxima tem sido a mesma: se tem jogo do Cruzeiro no Mineirão, tem festa da torcida. Durante esta temporada, a Nação Azul tem exercido um papel substancial para o bom desempenho do time em casa. Inclusive, o técnico Pezzolano ressaltou, recentemente, a força que vem das arquibancadas do Gigante da Pampulha.

Para além do papel em campo, a torcida celeste também contribui para atenuar as mazelas financeiras do clube. Um exemplo disso está nos mais de 60 mil sócios torcedores, que, de acordo com Ronaldo, é o que tem permitido ao Cruzeiro pagar suas contas em dia. 

O balanço financeiro do último jogo

Diante da sua torcida, o Cruzeiro venceu o Sport, na última terça-feira (28), pela 15ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. No Mineirão, pouco mais de 39 mil torcedores viram de perto a virada celeste diante do Leão da Ilha do Retiro. A partida terminou 2 a 1. 

A arrecadação total do confronto alcançou a marca de R$1 milhão. Entretanto, os custos operacionais do Gigante da Pampulha fecharam em R$499 mil. Os números foram apresentados no boletim financeiro da partida, divulgado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Vale destacar que, como mandante, o Cruzeiro embolsa 100% do faturamento com as arquibancadas. Todavia, por conta de pagamentos a serem feitos pelo clube, o lucro final da Raposa não será precisamente o que foi apresentado pela CBF. 

Invicto em casa, ou melhor, sem perder pontos no Mineirão, o Cruzeiro coleciona nessa temporada bons números no Gigante da Pampulha. Diante da Ponte Preta, por exemplo, na vitória por 2 a 0, a equipe mineira faturou mais de R$1,6 milhão. Contra o CRB, por sua vez, o time celeste obteve renda de R$891 mil.

Para dar sequência aos bons resultados, a Raposa espera contar com a força da sua torcida na próxima sexta, quando encara o Vila Nova no Mineirão, às 21h30. Os ingressos para o confronto já estão sendo comercializados

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.