Situação tensa vem à tona e Bola de Ouro para Vini Júnior fica ameaçada

O atacante Vini Júnior, da Seleção Brasileira e do Real Madrid, está vivendo o auge da carreira aos 23 anos, após ter feito grande temporada, sendo o principal jogador da conquista da UEFA Champions League, sendo um dos favoritos a premiação da Bola Ouro, mas situação tensa pode fazer a conquista ficar ameaçada.

Nos Estados Unidos se preparando para a disputa da Copa América, que acontece a partir desta quinta-feira (20), Vini Júnior pode deixar escapar a premiação se não tiver bom desempenho na competição americana. Em ano de Eurocopa, concorrentes na premiação pode performar melhor e levar a conquista, tirando das mãos o prêmio de Vini, que pode ser o primeiro brasileiro desde Kaká, em 2007, a ser o melhor jogador do mundo.

Sem conseguir render o mesmo do Real Madrid na Seleção Brasileira, Vini pode acabar sem a premiação, que tem Toni Kross, Bellingham e Mbappé na briga. Os outros três estão disputando a Eurocopa, possuem seleções poderosas, favoritas ao título e o desempenho dentro de campo pode pesar na decisão da France Football.

Em 2021, na última Eurocopa, o ítalo-brasileiro Jorginho foi o melhor jogador da competição, venceu o prêmio de melhor jogador da Europa e finalizou a Bola de Ouro na terceira colocação. O goleiro Donnarumma, também da Itália, terminou em décimo lugar, posição puxada para cima por causa da Eurocopa.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Além das grandes possibilidades dos companheiros europeus, o baixo desempenho de Vini na Seleção Brasileira pode ter peso, já que o jogador ainda não conseguiu repetir as grandes atuações e só marcou três gols em 30 jogos disputados.

Comentários estão fechados.