Reconhecido! Cruzeiro é tetracampeão do Mundial de Clubes

A grandeza do Cruzeiro é impossível de ser contestada por qualquer um, o clube vive um momento de reconstrução para voltar a bater de frente após a chegada da gestão da SAF, que tem Ronaldo comandando, foi reconhecido como tetracampeão do Mundial de Clubes e pode esbanjar aos milhões de torcedores o tamanho dos feitos realizados pelo clube.

Ainda com dificuldades no futebol, o Cruzeiro está sobrando no vôlei, comandada pelo Sada, e é um dos maiores clubes da história do esporte. Sem títulos mundiais no futebol, o Cabuloso pode ostentar os quatro títulos na outra categoria e é o atual campeão. O primeiro aconteceu em 2013, 2015, 2016 e 2023.

Vittorio Medioli, fundador do time de vôlei do Sada Cruzeiro, comemorou o feito dos quatro títulos mundiais e falou da consistência do projeto. Com projeto vivo desde 2010, a categoria já conquistou mais de 50 títulos no clube, não está satisfeito e quer mais.

“Era tudo muito no começo, mas já acreditávamos que poderíamos chegar aos vértices mundiais, e não perdemos oportunidades. Na primeira vez chegamos na metade do prato, depois de um ano garantimos a taça, e hoje já é a quarta no Mundial. Essa de hoje é a mais importante, porque vencemos com o nosso projeto, com atletas que nós criamos, com Rodriguinho, Cachopa, Wallace, Isac, muitos no banco, e todos foram igualmente importantes. Vencemos também com um treinador que ninguém acreditava no início. Tinha fila dos melhores treinadores do mundo querendo conduzir o time. E eu apostei no Filipe, exatamente pra dar continuidade a tudo aquilo que cresceu e se desenvolveu dentro de casa. É uma satisfação maior ainda, apostar em gente nossa e chegar ao topo do mundo”, disse Medioli.

Além dos quatro anos em que o Cruzeiro foi campeão, o time também foi prata no Mundial em 2012 e 2019 e 2022. Em 2019, em torneio disputado no Brasil, o Sada Cruzeiro foi novamente medalha de prata do torneio.

Ex-esposa de Ronaldo falou do empresário

Em entrevista ao portal lance, Milene Domingues explicou que tem boa relação com Ronaldo e que os esforços são para o bem do filho, que na época da separação ainda era criança e hoje está com 23 anos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“As pessoas precisam ter as questões muito bem resolvidas como homem e mulher, porque os papéis de pai e mãe vão ser para o resto da vida. E as coisas fluem. Você pode, às vezes, não concordar, mas a palavra respeito explica tudo. A gente tem que entender que o nosso bem maior e a gente luta pela felicidade do nosso filho. E nenhum filho é feliz quando os pais brigam”, explicou Milene.

Milene e Ronaldo ficaram juntos entre os anos de 1998 e 2003, quando o jogador passou por grave lesão no joelho e vivia na Itália. Na época da separação, Ronaldo já estava atuando no Real Madrid e tinha vencido a Copa do Mundo de 2002 pela Seleção Brasileira.

Comentários estão fechados.