Provocação do Atlético-MG deixa patrocinadora com os dias contados no Cruzeiro

Cruzeiro e Atlético-MG são rivais dentro de campo há mais de um século, mas possuem parcerias conjuntas fora de campo, onde os negócios são tratados com profissionalismo, mas provocação do Galo deixou patrocinadora com dias contados na Raposa. As duas equipes tem o uniforme fornecida pela Adidas, que já tem problemas de relação com o Cabuloso.

Em anuncio de camisa, o Galo provocou o Cruzeiro, repetiu a dose feita em outras temporadas e pode ter dado fim a parceria do Cabuloso, que não vai ter interesse em renovar o vínculo ao final do contrato. Em vídeo divulgado pelo Atlético-MG sobre o novo uniforme, estreado diante do Sport, nesta semana, provocações foram feitas contra a Raposa. Momentos do vídeo mostram as provocações.

A principal provocação aconteceu quando Zaracho se joga em uma cama e liga um relógio com o horário de 9h02, números em alusão à goleada do Atlético sobre o Cruzeiro, por 9 a 2, em 1927. Em outro trecho do vídeo, jogadores do Galo jogam pipoca para cima, fazendo assimilação a virada na final do Campeonato Mineiro de 2024.

O Cruzeiro preferiu não se pronunciar sobre o episódio. A Adidas também foi procurada e ainda não se posicionou sobre a situação. A equipe está insatisfeita com a fornecedora de material esportivo, não tem interesse em renovar o contrato e problemas estão acontecendo nos últimos anos, onde vazamentos de uniformes são constantes.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Apesar da provocação do vídeo, o Cruzeiro chiou com a situação por ter tido parceria da Adidas, não sendo somente um produto do rival.

Comentários estão fechados.