Processou o Cruzeiro no passado e agora está de volta ao clube

O empresário Pedro Lourenço, que comprou a SAF do Cruzeiro no final de abril, vem fazendo reformulações na equipe de executivos e contratou profissional que já processou o clube no passado. Deixando as mágoas para trás, Pedrinho está focado em aumentar os investimentos no time de futebol e reorganizar o organograma diretivo.

De forma surpreendente, o Cruzeiro anunciou na última terça-feira (12) a contratação de Robson Pires para a função de diretor institucional. O executivo estava trabalhando com Pedro Lourenço na rede Supermercados BH e volta ao clube para a sua segunda passagem, onde já atuou entre 2003 e 2019, mas da outra vez na função de diretor comercial.

“O Cruzeiro anuncia Robson Pires como o novo Diretor Institucional do time. O profissional tem experiência no futebol e trabalhou no clube celeste entre 2003 e 2019. Seja bem-vindo de volta, Robson!”, disse o Cruzeiro em publicação de divulgação da contratação no X.

Ao deixar o clube na última passagem, Robson Pires acionou o clube na Justiça cobrando mais de R$ 1 milhão, oriundos de comissões de contratos firmados e pagamentos atrasados. Em 2019, ele foi contratado por Pedrinho para uma posição estratégica no Supermercados BH.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Dono do Cruzeiro ativa o modo sincerão

O dono do Cruzeiro, Pedro Lourenço, ativou o modo sincerão nos últimos dias, não quis saber de segurar nas palavras e falou sobre a contratação de Yerry Mina, que está de saída do Cagliari, da Itália, e é alvo da Raposa para a janela de transferências do meio do ano. Ativo no mercado, o investidor está focado em qualificar o elenco de Fernando Seabra.

“Podem vir e vão vir (mais reforços). Não sei os nomes exatos. O Mina, acho que tem uns dez clubes querendo dele. É bem difícil o Alexandre conseguir, mas temos outras opções no mercado. Esperamos que na janela venham mais dois ou três para melhorarmos o nosso plantel”, disse Pedro Lourenço ao programa CNN Esportes S/A, da CNN.

Comentários estão fechados.