Paulo Pezzolano tem enorme problema para próxima partida do Cruzeiro

Cruzeiro e Guarani se enfrentam neste sábado, no Brinco de Ouro da Princesa, as 11 horas, em partida válida pela 17° rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Para a partida, três jogadores não poderão jogar, por questões contratuais.

Pelo lado do Guarani, o lateral esquerdo Matheus Pereira e o atacante Bruno José não poderão enfrentar o Cruzeiro. Já no lado da raposa, o lateral esquerdo Matheus Bidu, que está emprestado até o final do ano, com opção de compra, também não poderá entrar em campo. Rafael Santos deverá ser o substituto.

Os ingressos disponibilizados para a torcida cruzeirense já foram todos vendidos. Foram comercializados 1.400 ingressos para a torcida celeste, com o preço de 100 reais (inteira) e 50 reais (meia). Os torcedores irão ficar no tobogã inferior do estádio Brinco de Ouro.

Com 38 pontos conquistados e com mais de 98% de chances de subir para a 1° divisão, o Cruzeiro vai até Campinas para tentar conquistar o título simbólico do 1° turno. Seria a primeira vez que um clube conquistava esse “título” antes da 18° rodada.

Pezzolano na bronca com a arbitragem

Após o jogo contra o Ituano, o treinador cruzeirense, Pezzolano, soltou o verbo contra a arbitragem. “Sinceramente, não creio que tenha sido um erro incompetente. Esses erros não podem existir. Um cara que está no computador ou sentado para ver isso, e não vê isso, é um erro muito grande. Cruzeiro está jogando muito, pelo acesso. Não é um erro, é um horror o que aconteceu hoje”, afirmou revoltado.

Além de criticar o VAR, no lance envolvendo o atacante Edu, no final da 1° etapa, o uruguaio não poupou palavras para a arbitragem em campo. Segundo Pezzolano, os erros da arbitragem não foram por incompetência ou de forma acidental.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.