Já pensou? Ronaldo comenta sobre a possibilidade de contratar Neymar para o Cruzeiro

É oficial, não tem mais volta, a torcida do Cruzeiro sonha com Neymar vestindo o manto celestial. Aliás, este sonho é partilhado com qualquer time do Brasil e do mundo. Após o anúncio do Paris Saint Germain que o craque brasileiro não faz mais parte dos planos do clube, o delírio coletivo tomou conta das redes sociais. 

Sócio majoritário do Cruzeiro, Ronaldo foi perguntado, recentemente, no Rio de Janeiro, se Neymar poderia estar na mira da Raposa. A janela de transferências será aberta em 18 de julho. De forma bem-humorada, o Fenômeno analisou a possibilidade. “Estamos com pouca dívida, né? Contrair mais uma, tranquilo”, disse.

Do sonho à realidade plausível

É óbvio que a contratação de Neymar foge da alçada celeste e de todos os clubes do Brasil, afinal, se for um mero “leilão” pelo camisa 10 da Seleção Brasileira, as cifras nacionais não chegam nem aos pés do mercado europeu, a começar pela cotação do dólar e do euro.

Ronaldo, logo após o comentário descontraído, falou sobre a situação do craque brasileiro. “Fora as brincadeiras, não acredito que o Neymar tenha algum problema de ficar no PSG ou de encontrar outro time grande na Europa”, completou.

Neymar já enfrentou o Cruzeiro algumas vezes, mas, sem dúvida, a mais marcante foi no dia 03 de novembro de 2012. O jogo aconteceu no Independência, e a Raposa foi goleada por 4 a 0 pelo Santos. Uma lembrança certamente amarga.

Mas, por outro lado, aquela foi uma partida memorável de Neymar, que anotou três dos quatro gols santistas e foi ovacionado por boa parte dos 16 mil presentes no estádio, porque o futebol vai muito além do esporte.

Voltando ao mundo real, o Cruzeiro está sim em busca de um atacante, não de Neymar, é claro. Especula-se na Raposa dois nomes. O primeiro é do atacante Clayson, ex-Corinthians, em seguida, tem-se ventilado no mercado da bola a possibilidade de trazer o jovem Bruno Rodrigues.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.