Fábio não vem e Cruzeiro escolhe outro medalhão do Fluminense

O goleiro Fábio, ídolo máximo do Cruzeiro, com 976 jogos disputados, está jogando no Fluminense e foi procurado para voltar ao clube quando Pedro Lourenço comprou a SAF, mas o acerto não deu certo e a direção celeste mudou de foco, apostando em outro atleta de Fernando Diniz, que está sem espaço e virou reserva em 2024.

Sem poder contar com Fábio, primeiro alvo de Pedrinho, que procurava um líder, a Raposa foi atrás de Cássio, que já foi contratado e está trabalhando na Toca esperando regularização, em janela que vai abrir no dia 10 de julho. Agora com novo foco, o Cruzeiro está interessado em Keno, do Fluminense, que está sem espaço com Fernando Diniz nesta temporada.

De acordo com informações, o clube mineiro já teria entrado em contato com o jogador, visando sua contratação na janela de transferências do meio do ano, mas as conversas ainda estão em estágio inicial, mas Keno já teria dado um sinal positivo para o clube celeste, o contrato do atleta com o Fluminense tem duração até dezembro de 2025.

Nesta temporada foram apenas 6 jogos disputados por Keno e um gol marcado. No ano passado, Keno teve bom desempenho e foi peça importante nos títulos da Libertadores e do Campeonato Carioca. No Brasil, Keno jogou por Santa Cruz, Ponte Preta, Palmeiras, Atlético-MG e Fluminense. 

Folha salarial do Cruzeiro estará entre as maiores do Brasil na próxima janela

O Cruzeiro deixou o período de vacas magras no passado, vem atuando com força no mercado de contratações na gestão de Pedro Lourenço e vai estar na lista das maiores folhas salariais do Brasil na próxima janela. Contratando peças de peso para o time de Fernando Seabra, a diretoria celeste promete brigar nas cabeças pelos títulos do segundo semestre.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Tendo Alexandre Mattos no comando do departamento de futebol, famoso pelas contratações caras e badaladas, o Cruzeiro vai passar a ter folha salarial após a janela de transferência na casa dos R$ 17 milhões, tendo a meta de atingir os R$ 20 milhões em 2025, contando com aporte do empresário no final do ano. Atualmente o valor é de R$ 12 milhões.

Comentários estão fechados.