Ex-Cruzeiro, Edmundo acaba com a moral de camisa 10 no futebol brasileiro

Muitos torcedores podem nem se lembrar, mas Edmundo já vestiu as cores da camisa do Cruzeiro. Tudo aconteceu no segundo semestre de 2001, quando o atacante retornou do Napoli para atuar na Raposa. O atleta chegou ao clube com grande expectativa e tinha tudo para construir uma bonita história em Minas, mas foi isso que ocorreu. 

O início até foi promissor, com gols e participações louváveis nas partidas. Porém, tudo desandou antes da partida contra o Vasco, pelo Brasileirão, com algumas declarações do ex-atacante. Após polêmicas de bastidores, Edmundo acabou sendo dispensado pelo clube. Ao todo, foram 15 jogos e seis gols.

Edmundo acaba com moral de camisa 10

Ídolo do Vasco, Edmundo não contou conversa e detonou o camisa 10 Payet após a goleada sofrida diante do Flamengo, por 6 a 1. Em seu canal no YouTube, o ex-atacante disse que o francês ainda não fez nada de valioso com a camisa do Cruz-Maltino. 

“Craque do time que não chama responsabilidade. Goza de prestígio com o torcedor sem fazer nada. O Payet não fez nada com a camisa do Vasco ainda. Sobressai num jogo contra um time pequeno no Carioca, dá um passe num jogo contra o Vitória, mas é muito pouco. Craque foi o que fez o Arrascaeta. O Flamengo perdendo e ele chamou a responsabilidade”, disse. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

De fato, a derrota por 6 a 1 para o Flamengo ainda vai repercutir bastante no Vasco, que, como se sabe, não vive um bom momento na temporada. Dentro de campo, o time ainda precisa provar. Fora das quatro linhas, tudo está ainda pior, com uma imensa briga judicial com a 777 Partners, dona da SAF do clube.

Como se não bastasse, a próxima partida do Vasco será na quinta-feira da semana que vem, 13 de junho, fora de casa, contra o Palmeiras, em jogo da oitava rodada do Brasileirão.

Comentários estão fechados.