Dunga não perdoa dívida e Justiça deixará Romário sem apartamento

O volante Dunga, capitão da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1994, não quis saber de perdoar dívida de Romário e deixou o ex-companheiro sem apartamento. Após pedido na justiça feita pelo volante, o Baixinho perdeu o imóvel em leilão por dívida antiga, mas o atacante deu sorte nos momentos finais e vai poder respirar por enquanto.

O leilão do imóvel estava marcado para acontecer neste mês de junho, mas o tribunal pediu para esperar para saber se ainda existia alguma pendência mais antiga no imóvel. Após a checagem, ficou constatado que existe uma penhora do apartamento do ano de 2006, realizada por processo movido pela Koncretize Projetos e Obras, que prestava serviços de estacionamento. Assim, uma nova data será marcada.

O apartamento a ser leiloado fica no bairro do Irajá, no Rio de Janeiro e deve ter lance inicial de R$ 230 mil. Apesar da parceria na Seleção, os problemas de Dunga e Romário já são antigos. Em 2015, quando estava na Seleção Brasileira, Dunga entrou com ação na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar do Senado após falas de Romário fazendo acusações para favorecimentos nas convocações.

Em 2018, Dunga foi à Justiça exigindo cerca de R$ 100 mil para Romário arcar com suas despesas pelas mesmas acusações, onde o Baixinho teve contas bloqueadas até que o pagamento fosse realizado.

Ronaldo deixou o Cruzeiro sem títulos importantes, mas valorizado

Chegando ao clube no final de 2021, Ronaldo fez grande trabalho em tirar o Cruzeiro da Série B com o título, garantiu permanência na Série A em 2023 com vaga na Copa Sul-Americana e conseguiu diminuir as dívidas, trazendo para um patamar saudável e com recuperação judicial aprovada.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em entrevista recente, Pedro Lourenço elogiou o trabalho realizado por Ronaldo, que conseguiu pacificar as contas do clube para o futuro. Apesar dos poucos resultados em títulos, o investidor enfatizou que R9 passou credibilidade ao clube no mercado, dando condições de melhores contratações e na parte empresarial.

Comentários estão fechados.