Dores constantes fazem meio-campista promissor brasileiro se aposentar aos 26 anos

O futebol brasileira sofreu baixa importante nesta semana ao saber que promissor meio-campista com passagem pelo Cruzeiro resolveu se aposentar dos gramados aos 26 anos. Sofrendo com dores constantes, o meia Everton Felipe, que também jogou por Sport, São Paulo e Athlético, tomou a decisão muito difícil e fez comunicado aos fãs.

Aos 26 anos, o agora ex-meia, com passagens por clubes como São Paulo, Cruzeiro e Athletico, anunciou, nesta quarta-feira (5), que está aposentado do futebol. Em pronunciamento, Everton afirma não ter conseguido superar as dores no joelho e fez acusações ao Sport, acusando o clube de ter sido o culpado pela situação. Ainda na declaração, revelou estar sofrendo com depressão.

“O “juvenil” está se aposentando do futebol. Não estou conseguindo me recuperar para voltar a fazer o que amo e há momentos na vida que temos que seguir outra jornada”, começou Everton no comunicado de aposentadoria.

Lamentando ter que passar por isso ainda tão cedo, o jogador disse adiou por muito tempo a decisão para ver se ainda conseguir dar a volta por cima, mas não foi possível. “Adiei por muito tempo, mas agora não tem volta. Quem me acompanha, sabe a luta diária para me recuperar, com fisioterapia, e jogar futebol. Só que não estou conseguindo. As dores não passam e é muito complicado”, completou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Apesar de ter sido formado na base do Sport, o jogado revelou grande mágoa pelo tratamento recebido e ingressou ação na justiça cobrando R$ 18 milhões. “Aos diretores, presidente do clube naquele momento, que ainda estão, vocês acabaram com a vida de um menino de 24 anos, me largaram machucado. Se não queriam renovar comigo, tranquilo, mas me largar machucado, sozinho…”, finalizou.

Comentários estão fechados.