Dirigente do Cruzeiro revela plano para resolver o Transfer-Ban

O Cruzeiro sofre com novos dois transfer-ban, punições que impedem o clube de registrar novos atletas até a quitação de dívidas. O clube agora está impossibilitado de registrar atletas por também consequência do não pagamento de uma dívida relacionada ao Independiente Del Valle, pela contratação do zagueiro Kunty Caicedo, ainda em 2017.

O Cruzeiro fechou acordo em 2020 para o pagamento da dívida em 18 parcelas de R$ 625 mil. No entanto, desde o anúncio do acordo e janeiro de 2022, apenas duas parcelas foram debitadas pelo clube mineiro. Este é o segundo transfer-ban em vigor como punição ao elenco celeste.

O diretor Pedro Martins, comentou sobre os planos da equipe celeste para resolver as punições financeiras,

“O clube já esperava esse transfer ban, não é novidade, já tinha uma expectativa que ele acabasse chegando, ele já está com uma programação financeira. Óbvio que depende aí de novos aportes, mas já tem uma programação aí para que isso aconteça, e esse transfer ban caia antes do final da janela.

O departamento de futebol está trabalhando muito aí para que algumas possibilidades aconteçam até o final da janela, que é dia 12 do mês que vem, mas a gente está programando financeiramente para que esse transfer ban caia”

Cruzeiro e os Transfer-Ban

O Cruzeiro atualmente sofre com dois Transfer-Ban, confira abaixo a situação das duas punições:

  • Kunty Caicedo
    O clube agora está impossibilitado de registrar atletas por consequência do não pagamento de uma dívida relacionada ao Independiente Del Valle, pela contratação do zagueiro Kunty Caicedo, ainda em 2017.

    O Cruzeiro fechou acordo em 2020 para o pagamento da dívida em 18 parcelas de R$ 625 mil. No entanto, desde o anúncio do acordo e janeiro de 2022, apenas duas parcelas foram debitadas pelo clube mineiro. Este é o segundo transfer-ban em vigor como punição ao elenco celeste.
  • Careca
    A Justiça do Acre determinou a punição ao clube mineiro nesta quinta-feira, 17 de março, devido ao não pagamento de R$900 mil ao Atlético-AC pelo empréstimo do atacante Careca. A 4ª Vara Cível de Rio Branco ainda determinou a multa de R$ 10 mil para o caso de a Raposa não cumprir com a sentença. A punição permanecerá sobre o Cruzeiro durante o período de seis meses.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.