Cruzeiro só vai ter reforços caso a SAF seja aprovada

Após o início da gestão Ronaldo, e da chegada do treinador Paulo Pezzolano, o Cruzeiro segue ativo no mercado em busca de reforços para a próxima temporada. De acordo com o próprio técnico, o Cruzeiro definiu suas prioridades no mercado, um defensor e um atacante.

No entanto, o clube atualmente sofre com dois Transfer-Ban, punição que impede a Raposa de registrar novos atletas até a quitação de determinada dívida. Desta forma, o Cruzeiro só deve anunciar novos reforços após a conclusão da venda da SAF para o Ronaldo.

“Existe a expectativa (de resolver o transfer ban antes do início da Série B). A gente está estudando qual a melhor forma. A gente precisa, antes disso, assinar o acordo (de compra de 90% das ações da SAF). Precisamos assinar o acordo para que sejam tomadas as providências. Mas a ideia, obviamente, é resolver o transfer ban”, explicou Gabriel Lima, líder da equipe de Ronaldo Fenômeno.

Na próxima segunda-feira, dia 4 de abril o Conselho Deliberativo vai avaliar os pedidos de Ronaldo para a oficialização do acordo de compra da SAF.

Cruzeiro e os Transfer-Ban

O Cruzeiro atualmente sofre com dois Transfer-Ban, confira abaixo a situação das duas punições:

  • Kunty Caicedo
    O clube agora está impossibilitado de registrar atletas por consequência do não pagamento de uma dívida relacionada ao Independiente Del Valle, pela contratação do zagueiro Kunty Caicedo, ainda em 2017.

    O Cruzeiro fechou acordo em 2020 para o pagamento da dívida em 18 parcelas de R$ 625 mil. No entanto, desde o anúncio do acordo e janeiro de 2022, apenas duas parcelas foram debitadas pelo clube mineiro. Este é o segundo transfer-ban em vigor como punição ao elenco celeste.
  • Careca
    A Justiça do Acre determinou a punição ao clube mineiro nesta quinta-feira, 17 de março, devido ao não pagamento de R$900 mil ao Atlético-AC pelo empréstimo do atacante Careca. A 4ª Vara Cível de Rio Branco ainda determinou a multa de R$ 10 mil para o caso de a Raposa não cumprir com a sentença. A punição permanecerá sobre o Cruzeiro durante o período de seis meses.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.