Cruzeiro é comunicado sobre regras mais duras na principal competição nacional de 2024

O ano de 2024 ainda está começando, mas o Cruzeiro já foi avisado de uma grande mudança no que diz respeito ao regulamento da Superliga. Após reunião entre a Confederação Brasileira de Vôlei e os clubes que disputam o torneio, foram aprovadas alterações nas regras da competição. Destaca-se que as novas regras são mais rígidas contra atos discriminatórios.

Além disso, cumpre dizer que também ficou acertado que, após a identificação do torcedor, os clubes serão penalizados somente em duas situações: caso seja reincidente ou fique comprovado que houve uma omissão da equipe para o reconhecimento do indivíduo. 

Ainda em tempo, é importante deixar claro que todas as regras que foram aprovadas na reunião ainda serão validadas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, mas isso deve acontecer naturalmente. 

Cruzeiro é avisado sobre novo protocolo na Superliga

Como se não bastasse, ficou definido um novo protocolo a ser seguido por árbitros, delegadas e atletas e comissão técnica. Em resumo, no início de cada jogo, o clube mandante deve emitir um aviso sonoro para alertar e precaver atos discriminatórios. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em caso de penalidade, o clube deve identificar o torcedor e informar a equipe de arbitragem com todos os dados coletados. O árbitro, por sua vez, terá que interromper a partida imediatamente para aguardar a chegada da polícia no local da partida para que as devidas providências sejam tomadas. 

Por fim, durante este momento, a equipe mandante deve emitir mais um aviso sonoro alertando que em caso de reincidência haverá a suspensão da partida, o que pode causar, inclusive, o seu cancelamento.

Comentários estão fechados.