Cruzeiro deixou rivais perdidos dentro de campo e aplicou 14 a 0

O Cruzeiro começou esta segunda-feira (17) com o sorriso de orelha a orelha ao deixar os rivais perdidos dentro de campo e aplicar goleada histórica por 14 a 0. A situação aconteceu há 96 anos, quando em 17 de junho de 1928, o então Palestra Itália venceu o Alves Nogueira. Ninão, artilheiro histórico da Raposa, marcou 10 gols no confronto.

Pelas redes sociais, o Cruzeiro lembrou da data que marca a maior goleada da história do clube, que foi fundado em 2 de janeiro de 1921. “A maior goleada do Palestra Itália sobre o Alves Nogueira, por 14 a 0, em 17 de junho de 1928, está completando hoje 96 anos! O atacante Ninão bateu o recorde de 10 gols em uma única partida. Bengala, três gols feitos, e Zezinho também contribuíram para o placar elástico. Histórico”, publicou no X.

Artilheiro da partida com 10 gols, Ninão só teve recorde igualado em 1976, pelo atacante Dário, do Sport Recife. Ao todo, Ninão marcou 167 gols em 127 jogos, somando as duas passagens que teve pelo clube. A primeira entre 1923 e 1932 e depois  de 1936 a 1938.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Cruzeiro foi a campo com: Geraldo I; Para-Raio, Nereu, Morganti e Nininho; Osti, Piorra, Ninão e Bengala; Morgantinho e Zezinho.Técnico: Matturio Fabbi.

Matheus Pereira é do Cruzeiro

O Cruzeiro divulgou na tarde desta segunda-feira (17) a compra do meia Matheus Pereira, que assinou contrato até junho de 2026. O jogador é o principal na temporada de 2024 e foi comprado junto ao Al-Hilal, da Arábia Saudita.

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.