Cristiano Ronaldo aumenta recorde que antes parecia impossível bater

O atacante Cristiano Ronaldo, de 39 anos, do Al-Nassr e da Seleção de Portugal, não quer saber de parar de aumentar os números e ampliou recorda que antes parecia ser impossível de bater. Nesta terça-feira (11), o português marcou dois gols na vitória por 3 a 0 de Portugal contra a Irlanda, em amistoso preparatório para a Eurocopa.

João Félix e Cristiano Ronaldo (duas vezes) fizeram os gols da seleção portuguesa. Um dos gols de Cristiano foi um golaço, acertando belo chute de fora da área com a perna esquerda no ângulo. Com os dois tentos, Ronaldo atingiu a marca de 130 gols pela Seleção Portuguesa, maior marca de um jogador por uma seleção na história do futebol mundial.

Portugal estreia na Eurocopa na próxima terça-feira (18), contra a Tchéquia, pelo Grupo F. A Seleção vai em busca do seu segundo títulos na história. A primeira e única conquista aconteceu em 2016, vencendo a França na decisão.

Portugal: Diogo Costa; António Silva, Pepe (Danilo Pereira) e Gonçalo Inácio; Diogo Dalot (Nélson Semedo), João Neves (Matheus Nunes), Bruno Fernandes e João Cancelo (Nuno Mendes); João Félix (Rúben Neves), Cristiano Ronaldo e Rafael Leão (Diogo Jota). Técnico: Roberto Martínez

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Irlanda: Kelleher; O’Shea, O’Brien e Scales; Coleman (Doherty), Smallbone (Sykes), Cullen e Brady (O’Dowda); Parrott (Johnston), Idah (Cannon) e Szmodics (Knight). Técnico: John O’Shea.

Comentários estão fechados.