CBF se pronuncia oficialmente após polêmica envolvendo cor específica de cabelo

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) se pronunciou nesta sexta-feira (13) após polêmica envolvendo cor específica de cabelo para os jogadores convocados para a Copa América, que vai acontecer nos Estados Unidos, com estreia marcada para o dia 24 de junho, contra a Costa Rica. A entidade organizadora do futebol emitiu comunicado sanando dúvidas.

O caso veio a tona após declaração do lateral Yan Couto, que afirmou que a CBF pediu para ele tirar a cor rosa do cabelo em jogos da Seleção Brasileira. O jogador não detalhou se foi um pedido da entidade ou de algum integrante específico, mas gerou grande repercussão nas redes sociais. “Foi um pedido, basicamente. Falaram que o rosa é meio ‘vacilão’ assim. Eu não acho, mas vou respeitar, né. Me pediram, vou fazer”, disse o jogador do Girona.

Ainda na fala, Yan Couto explicou a razão de usar a coloração. “Estava jogando com o cabelo rosa a temporada toda. Na verdade, foi uma escolha minha, estava dando certo, foi legal, foi maneiro. Mas foi uma coisa mais para o Girona, muita gente lá pintou o cabelo, foi meio que moda. Aqui na Seleção, o ciclo encerrou. Sou o Yan de cabelo preto, não muda nada, continua sendo o mesmo. Vou tentar fazer uma boa Copa América para ajudar a Seleção”, disse.

Depois da polêmica, a CBF disse não ser contra a cor de cabelo, mas que vem passando instruções aos jogadores para os cuidados com a imagem durante as convocações. A reunião que definiu as orientações teve a presença de diretores, comissão técnica e jogadores convocados.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Lista de orientações

  • Tomar o cuidado de passar uma imagem de seriedade.
  • Evitar utilizar brincos chamativos.
  • Não utilizar colares extravagantes.
  • Utilizar as redes sociais de forma sóbria e com discrição, sem brincadeirinhas.
  • Utilização do celular na mesa de jantar apenas após terminar a refeição.
  • Evitar chegar ao estádio com fones ou ouvindo música alta.
  • Evitar que os atletas apareçam em vídeos oficiais ouvindo música e brincando no vestiário.
  • Se atentar e respeitar os horários.
  • Não atrasar a saída do ônibus.
  • Não comer nada fora do plano nutricional no quarto.

Comentários estão fechados.