Achavam que o Cruzeiro estava parado no tempo, Ronaldo agiu e deixou todos de boca aberta

O Cruzeiro estava negociando com o atacante Douglas Costa, não obteve êxito e falaram que o clube estava parado no tempo. Sem querer saber de desânimo, o gestor da SAF, Ronaldo Fenômeno, tomou atitude que deixou todos os torcedores de boca aberta.

Atuando nos bastidores, Ronaldo está trabalhando com o Al-Hilal, da Arábia Saudita, para comprar o meia Matheus Pereira, que está jogando emprestado e tem contrato até o meio deste ano. Com mais seis meses de contrato pela frente, o Cruzeiro está agindo sem pressa e já declarou ter vontade de permanecer com o jogador, mas não vai extrapolar as condições financeiras.

Em entrevista recente, Pedro Martins, diretor de futebol do clube, explicou como estão funcionando as negociações do Cruzeiro. “Toda vez que a gente traz um jogador, como a gente trouxe o Verón agora, trouxe o Matheus, é sempre olhando pra frente com a possibilidade de poder contar com ele. Claro que lá na frente, se isso der certo, nosso objetivo é sentar à mesa e tentar discutir as possibilidades e condições para conseguir viabilizar esse negócio”, afirmou.

No clube desde o meio de 2023, Matheus Pereira tem em contrato uma opção de compra de quase R$ 60 milhões. Com grande habilidade nos pés, o meia já disputou 15 jogos no clube, com um gol e uma assistência.

Com outros jogadores emprestados no elenco, o Cruzeiro terá que resolver cada situação individualmente. João Marcelo e Gabriel Verón foram cedidos pelo Porto, mas esperar receber um bom valor em troca se o clube mineiro quiser continuar com os jogadores.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Só vai fazer sentido uma transferência se for um valor extremamente relevante, senão a gente não abre nem conversa. O Cruzeiro está olhando principalmente em manter seus principais jogadores e trazer jogadores que aumentem o seu nível competitivo, e não o contrário. Então, se teve um clube que ficou ligando direto pra jogador, às vezes vale o sinal que é importante também falar com o clube que ele tem contrato. Isso não adianta. Só falar com o jogador não vai resolver, não.”, completou Martins.

Comentários estão fechados.