Vexame histórico! Atlético-MG é rebaixado com antecedência no Brasileirão 2024

O Atlético-MG não cansa de passar vergonha, cometeu vexame histórico nos últimos dias e foi rebaixado no Brasileirão de 2024 com grande antecedência. Com campanha vergonhosa no Campeonato Brasileiro Feminino, o Galo foi rebaixado ainda com várias rodadas para disputar após a direção do clube deixar a categoria de lado com poucos investimentos.

O Atlético-MG se tornou o primeiro clube rebaixado no Campeonato Brasileiro Feminino de 2024. O Galo somou apenas um ponto em 12 rodadas disputadas. Na lanterna, a equipe não tem mais condições de escapar da zona de rebaixamento.

Atlético no Brasileiro A1

  • 12 jogos
  • 0 vitória
  • 1 empate
  • 11 derrotas
  • 8 gols marcados
  • 40 gols sofridos

Vivendo período tenebroso no Brasileirão Feminino, o Galo já previa em orçamento baixo desempenho, já que dedicou pequena percentual a categoria. O Cruzeiro, que não tem nada a ver com isso, vive grande fase e sonha com títulos. Aumentando os aportes, a Raposa espera nos próximos se tornar uma referência na categoria.

Mariana Spinelli, jornalista da ESPN, criticou a gestão do futebol feminino do Atlético nesta quarta-feira (19). Especialista na categoria feminina, a comunicadora não perdoou a gestão do Galo, já que a equipe foi rebaixada com rodadas de antecedência. “Cresci ouvindo que se o Galo tiver disputando “bolinha de gude”, o atleticano torce e tá lá pelo amor à camisa. O Atlético feminino foi rebaixado por descaso de um grupo que se diz atleticano. Esse Atlético não importa?”, disse Spinelli.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“O Atlético começa uma temporada mandando embora 20 jogadoras, trazendo atletas para ter um mínimo para disputar a temporada, que é uma exigência. Então, jogadoras jovens, jogadoras que foram expostas, vieram num remendo. Comissão técnica, demitiram o treinador, uma bagunça completa”, complementou a jornalista.

Comentários estão fechados.