Torcida de rival do Cruzeiro na Série A faz campanha para clube comprar Marlon

O lateral-esquerdo Marlon chegou ao Cruzeiro ainda no início do ano passado e logo se tornou um dos grandes destaques do time. Líder em desarmes no elenco, o atleta assumiu para si a condição de titular absoluto e não largou o posto. No entanto, tem contrato firmado apenas até o final deste ano. 

Vale lembrar que Marlon chegou a receber sondagens de diversos clubes da Série A do Brasileirão nesta janela de transferências, mas, por ora, está garantido no Cruzeiro. Por outro lado, o período de vai e vem no mercado da bola seguirá aberto até 7 de março e, portanto, muita coisa pode acontecer. 

Rival do Cruzeiro na Série A quer tirar Marlon da Raposa

Ainda não longe no tempo, o Corinthians demonstrou interesse na contratação de Marlon. As conversas não seguiram em um primeiro momento, mas podem ser retomadas. Isso porque, o clube paulista tem a lateral-esquerda como prioridade total no mercado, ainda mais com a chegada de António Oliveira, que é adepto ao esquema de jogo com uma linha de três zagueiros. 

Sendo assim, o Corinthians tentou buscar Nathan Silva, ex-Galo. Atualmente o zagueiro está no Pumas, do México. Porém, segundo informações do jornalista César Luis Merlo, o jogador tem tudo acertado para defender as cores do Inter Miami, de Lionel Messi. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Com isso, a torcida alvinegra tem apontado Marlon como o reforço ideal para o Corinthians neste ano. O lateral, como mencionado, tem contrato com o Cruzeiro até dezembro, mas ganhou uma concorrência de peso no elenco. Isso porque a Raposa anunciou a contratação de Lucas Villalba, que atua na faixa esquerda da defesa, posição que hoje em dia pertence a Marlon. 

Ainda em tempo, vale destacar que, caso queira ficar com Marlon, o Cruzeiro deve buscar o lateral para uma renovação de contrato, já que, no atual acordo, o jogador poderá assinar um pré-contrato com outro time a partir de julho.

Comentários estão fechados.