Torcedores do Cruzeiro são alertados sobre nova proibição no Mineirão

Na tarde da última segunda-feira (4), o Ministério Público de Minas Gerais anunciou que as organizadas de Cruzeiro e Atlético-MG estão banidas temporariamente dos estádios. Muito custa a lembrança de que a decisão foi tomada após a morte de um torcedor no sábado (2), quando Raposa e Galo tiveram seus compromisso pelo Estadual, ambos os jogos em Belo Horizonte.

Elas estão proibidas de frequentar praças esportivas por dois anos. Vale destacar, contudo, que a punição não possui tanto efeito prático, haja vista que ambas organizadas seguem participando dos jogos, porém, “descaracterizadas”. 

Torcedores do Cruzeiro são avisados de nova proibição 

O Cruzeiro inicia neste final de semana os confrontos da semifinal do Campeonato Mineiro. A Raposa entrará em campo no domingo (10), às 19h30, para encarar o Tombense, no Ipatingão. A volta será disputada no Gigante da Pampulha. 

Por ter feito a melhor campanha da fase de grupos do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro tem a vantagem de avançar mesmo com o empate ou com vitória e derrota pelo mesmo placar. Além disso, como mencionado, fará o segundo jogo diante de sua torcida. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O fato é que as proibições não param na suspensão vinda do Ministério Público. No ano passado, a Polícia Militar também resolveu interferir na vida do Cruzeiro e proibiu a famosa “rua de fogo”, que acompanha a delegação até o estádio em dias de jogos importantes. 

De acordo com o Tenente-Coronel da Polícia Militar, Flávio Santiago, a decisão foi tomada por conta do risco à saúde das pessoas. “Se alguém for identificado, a PM tomará providências, até com prisão se for necessário”, disse. 

Comentários estão fechados.