URGENTE, ACONTECEU AGORA: Organizada do Cruzeiro é banida até 2028

O Ministério Público de Minas Gerais anunciou nesta segunda-feira (4 de março) que a torcida organizada Máfia Azul, principal do Cruzeiro, está banida dos estádios até 2028. A punição aconteceu após morte de torcedor no último sábado, em briga contra torcedores do Atlético-MG. A Galoucura, principal organizada do Galo, também foi banida, mas até 2026.

As duas principais organizadas estão proibidas de frequentar estádios no território nacional e seus respectivos entornos nos dias de jogos, respeitando um raio de cinco mil metros. A Máfia Azul já cumpria punição até 2026, até aumentada por mais dois anos.

De acordo com o Ministério Público de Minas Gerais, a punição para a torcida organizada consiste na proibição do uso, porte e exibição de qualquer vestimenta, faixa, bandeira, instrumento musical ou qualquer objeto que possa caracterizar a presença da torcida nos estádios ou seus respectivos entornos nos dias de jogos. Em caso de descumprimento, a multa é de R$ 50 mil.

Em anuncio, o MP explicou que a decisão será analisada em até 30 dias e passa a ser válida, por agora, de forma cautelar. “em observância aos princípios do contraditório e ampla defesa, a medida educativa aplicada nesta segunda-feira tem caráter cautelar, sendo que após a observância do direito de defesa das entidades acima mencionadas, a ser exercido e apreciado em até trinta dias, a medida será novamente analisada, sendo convalidada ou revogada”, afirmou o órgão.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

No último sábado (2), um cruzeirense foi morto na Avenida Tereza Cristina após encontro das duas torcidas, que se deslocavam aos estádios. O Cruzeiro enfrentou o Uberlândia no Mineirão, enquanto o Atlético encarou o Ipatinga na Arena MRV. Além do torcedor morto, outras três vítimas ficaram feridas na confusão, posteriormente dispersada pela PM.

Comentários estão fechados.