Sorín mostrou que é ídolo e ajudou o Cruzeiro a trazer reforço

O ex-jogador Sorín, ídolo do Cruzeiro, está aposentado dos gramados desde 2009, quando pendurou as chuteiras atuando pelo Cabuloso, mas ainda está colaborando para o clube e acabou de ajudar a equipe a trazer reforço.

Apresentado nesta quarta-feira (28) na Toca da Raposa, o zagueiro Lucas Vilalba veio ao Cruzeiro emprestado do Argentino Juniors e teve apoio de Juan Pablo Sorín para fechar com o clube. Em entrevista coletiva, o jogador argentino preferiu não revelar as qualidades e disse que vai mostrar dentro de campo aos torcedores.

“Há alguns dias, falei com o Sorín, ele me mandou mensagem. O que é algo muito gratificante, pois quando era menino assistia a ele, assim como o Ronaldo (Fenômeno). Ele me deu parabéns e me falou um pouco sobre a história do Cruzeiro”, disse Vilalba, que aos 29 anos está tendo a sua primeira passagem fora do futebol argentino.

Com desejo de deixar o Argentino Juniors, Vilalba contou que sentia que o Cruzeiro era o lugar ideal para jogar em 2024. “Em conversas com meus companheiros de equipe, cheguei à opinião de que, de acordo com meus anseios esportivos, o meu lugar era o Brasil. Minha prioridade era jogar aqui, e minhas expectativas são altas”, afirmou o zagueiro, que já foi regularizado no BID e está liberado para jogar.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ídolo do Cruzeiro, Sorín teve duas passagens pelo clube, onde conquistou quatro títulos: Copa do Brasil (2000), Copa Sul-Minas (2000 e 2002) e o Campeonato Mineiro (2009), com quase 120 partidas realizadas no clube.

Comentários estão fechados.