Ronaldo não soube reconhecer outro artilheiro e deixou goleador na Europa sair por migalhas do Cruzeiro

Ronaldo Fenômeno esteve à frente do Cruzeiro entre dezembro de 2021 e abril de 2024, quando vendeu as ações do clube ao empresário Pedro Lourenço. Grosso modo, pode-se dizer que o gestor fez um bom trabalho na Toca da Raposa, em especial na parte financeira e orçamentária. 

No entanto, a gestão de Ronaldo no Cruzeiro também ficou marcada pela perda de dois artilheiros que deixaram o clube a preço de feira e, atualmente, estão no centro do futebol mundial. A saber, Vitor Roque e Thiago. 

Ronaldo perdeu dois ativos de causa inveja no Brasil

Vitor Roque deixou o Cruzeiro em abril de 2022 por cerca de R$ 24 milhões. Pouco mais de um ano depois, o atacante foi negociado com o Barcelona em um acordo que pode chegar a R$ 400 milhões. Por lá, no entanto, o jovem vive uma situação delicada, com falta de oportunidades no time. 

O outro atacante que deixou o Cruzeiro para brilhar na Europa foi Thiago. Para se ter apenas uma ideia, ele é o artilheiro brasileiro da temporada europeia. 

Revelado nas categorias de base do Cruzeiro, o atacante foi negociado com o Ludogorets, da Bulgária. Não custa lembrar que ele foi a primeira venda da Era Ronaldo no clube. Na temporada 2023/24, o atleta defendeu as cores do Club Brugge, da Bélgica. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por lá, o atacante de 22 anos marcou 29 gols na temporada, sendo, como mencionado, o brasileirio com mais gols na Europa. Após um grande ano na Bélgica, Thiago foi negociado com o Brentford e disputará a badalada Premier League na próxima temporada. 

Comentários estão fechados.