Revelada a punição que Marlon recebeu após duas expulsões comprometedoras

O lateral-esquerdo Marlon foi ausência na vitória do Cruzeiro contra o Athlético-PR no Mineirão, na última quarta-feira (27), por ter sido expulso no confronto diante do Bahia. A ação foi a segunda do jogador no Brasileirão, já tendo sido botado para fora contra o São Paulo, recebeu chamado da diretoria celeste e foi multado.

Dono da SAF do Cruzeiro, Pedro Lourenço deu puxão de orelha em Marlon. De acordo com a opinião de Lourenço, os cartões vermelhos foram sem necessidade após duas entradas em Calleri e Gilberto, do São Paulo e Bahia, respectivamente. Segundo apurações de bastidores, Marlon recebeu multa no salário.

“Eu não quero ver jogador machucando adversário, não quero ver jogador sendo expulso, prejudicando os outros colegas dele de trabalho. Lógico que vão ter as necessidades, dentro da legalidade, não ser expulso no meio de campo sem necessidade. Isso eu não vou permitir no Cruzeiro”, disse Pedro Lourenço em entrevista coletiva.

Ainda na declaração Pedrinho contou expulsões como as de Marlon prejudicam toda a equipe e pode comprometer os resultados das partidas. Nas duas situações o Cruzeiro saiu derrotado.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Eu trabalho, dou duro, quero que todos tenham responsabilidade. Com a responsabilidade que eles tem e carregam com a torcida e com nós que fazemos o maior esforço para manter as coisas no dia, eles também têm que fazer a parte deles. Igual nós já tivemos um jogador expulso duas vezes, ele prejudica todo o grupo. Fica difícil. Cada um tem que se conscientizar do trabalho dele e fazer a sua parte, a minha eu vou fazer, mas eles tem que fazer a deles também.”, finalizou Pedrinho.

Comentários estão fechados.