Red Bull não deu asas e deixou o Cruzeiro sem milhões no bolso

Durante os últimos dias da janela internacional de transferências, Cruzeiro e Red Bull Bragantino estiveram em negociação para uma troca interessante por ambos os lados, o que não aconteceu. O time de Bragança Paulista ficou a ver navios, e a Raposa sem milhões no bolso. 

Tudo isso aconteceu com a surpreendente saída de Rafael Cabral do Cruzeiro. De antemão, vale dizer que o goleiro foi o primeiro a pular fora do barco da gestão Ronaldo. Após o arqueiro, o Fenômeno não demorou para anunciar a venda das ações do clube ao empresário Pedro Lourenço, dono da rede dos Supermercados BH. 

Red Bull perdeu energia e Cruzeiro ficou sem milhões no bolso

O fato é que o Red Bull Bragantino, como mencionado, esteve interessado na contratação de Rafael Cabral. As negociações seriam para uma ida em definitivo do goleiro ao clube paulista, mas o trato não chegou a ser feito. No final das contas, houve uma troca de goleiros entre Cruzeiro e Grêmio

Em abril deste ano, Cruzeiro e Grêmio finalizaram um acordo de troca de goleiros. Rafael Cabral se transferiu para o Tricolor Gaúcho, enquanto Gabriel Grando ingressou na Toca da Raposa. Ambos os jogadores serão emprestados até o final do ano, com a possibilidade de compra ao término do contrato.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Gabriel Grando chega ao Cruzeiro mas na condição de reserva. No momento, a posição titular na meta celeste é ocupada por Anderson. Porém, o novo dono do Cruzeiro, Pedro Lourenço, não descarta a possibilidade de contratar um goleiro na próxima janela. Aliás, Cássio é um dos nomes preferidos. 

O goleiro não vive uma boa fase no Corinthians e terá seu contrato encerrado com um clube no final da temporada. Até o momento, as partes não chegaram a um acordo para renovação.

Comentários estão fechados.