R$ 687 milhões podem colocar Cristiano Ronaldo ao lado de destaque da Seleção Brasileira

O atacante Cristiano Ronaldo, lendário jogador do Real Madrid e da Seleção de Portugal, está com 39 anos jogando no Al-Nassr, da Arábia Saudita e soube que por R$ 687 milhões pode passar a ter um destaque da Seleção Brasileira ao lado na próxima temporada. Com multa rescisória alta, o volante Bruno Guimarães vem sendo sondado, mas negociação não deve ser fácil.

Destaque do Newcastle, da Inglaterra, e da Seleção Brasileira, Bruno Guimarães tem multa rescisória avaliada em 100 milhões de euros (cerca de R$ 687 milhões), com contrato até o meio de 2028. O acordo pode ser facilitado, já que o clube inglês pertence ao governo da Arábia Saudita, que também é dono do Al-Nassr.

Aos 26 anos, Bruno Guimarães foi revelado na base do Audax, tendo passagem vitoriosa pelo Athlético-PR, até ser vendido ao Lyon, da França. Com grande desempenho dentro de campo, foi comprado para o Newcastle, onde vem mantendo a performance. Com convocações constantes para a Seleção Brasileira, disputou a Copa do Mundo de 2022 com a Amarelinha. O volante está disputando a Copa América de 2024 nos Estados Unidos.

Cássio não fica em cima do muro e revela por que escolheu o Cruzeiro

Em entrevista de apresentação, Cássio revelou por que escolheu mudar de clube. O goleiro estava no Timão desde 2012, conquistou inúmeros títulos, mas entendeu que o ciclo tinha encerrado. Querendo sair ainda em boa fase, aceitou a proposta da Raposa e tem contrato até 2027.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“O ciclo lá havia se encerrado no Corinthians, no meu ponto de vista. E quando surgiu as oportunidades, você olha o Cruzeiro, você tem o Pedro, uma história grande, não somente como empresário, mas dentro do clube assim, tem o Pedro Junior também. Você vê o Pelaipe que ajudou o Grêmio na reconstrução lá atrás, e ajudou o Grêmio voltou a ser vitorioso, o Mattos nem se fala, vitorioso, e fez grandes clubes, grandes times.”, disse Cássio.

Comentários estão fechados.