Perto de deixar Cuiabá, Deyverson precisou esquentar a cabeça na Justiça

O atacante Deyverson, que está perto de deixar o Cuiabá para reforçar o Grêmio, vem passando por momento complicado na carreira e teve que lidar com outro problema nos últimos dias. Contando as horas para ir a Porto Alegre, o jogador de 32 anos decidiu entrar na Justiça contra sua ex-mulher. O jogador se sentiu ofendido pela antiga esposa e entrou com ação de calúnia e difamação.

Segundo informação do Portal Leo Dias, o centroavante acusa Brunna Bernardy, mãe de sua filha, de calúnia e difamação. Ele alega que as declarações da cantora a seu respeito na imprensa causaram prejuízo financeiro. No pedido, Deyverson alegou que a ex-companheira usa as redes sociais para propagar inverdades.

O motivo seria não ter superado o término do namoro. A música “Batimentos” da artista seria uma prova disso, pois retrataria o que foi vivido pelo casal quando estavam juntos na Espanha. Deyverson vem pedindo na ação que Brunna seja proibida de mencionar o seu nome publicamente e pede uma indenização por danos morais de mais de R$ 30 mil.

Deyverson está vivendo má fase no Cuiabá, tem contrato até dezembro de 2024 e chegou a ser afastado. O jogador tem negociações encaminhadas com Grêmio. O clube gaúcho tem alinhado um acerto salarial com o jogador, mas esbarra na exigência do Cuiabá por valores para a negociação se desenrolar. A equipe topa pagar R$ 500 mil em salários ao atacante, mas vem tendo dificuldades para negociar a pedida de R$ 5 milhões do clube para libera-lo de imediato.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Comentários estão fechados.