Pepa foi mandado embora do Cruzeiro e agora está treinando craque do PSG

A passagem de Pepa pelo Cruzeiro não foi das melhores e, em favor da verdade, ficou marcada por um bom futebol e por péssimos resultados. Para se ter uma ideia, ao todo, o treinador português comandou o clube em 25 partidas, com oito vitórias, oito empates e dez derrotas. Ou seja, um aproveitamento de 38% com a camisa celeste.

Hoje é fácil dizer que o time caiu de produção com a sua saída, mas as águas passadas não movem os moinhos. O fato é que Pepa não ficou muito tempo desempregado. Pouco mais de um mês depois de deixar o Cruzeiro, o treinador foi anunciado pelo Al Ahli, do Qatar. 

Por lá, o treinador Pepa está trabalhando com uma antiga estrela do PSG. A saber, o atacante Julian Draxler, que deixou o clube francês para acertar sua transferência ao Qatar. A negociação girou em torno de 20 milhões de euros.

Pepa revela mágoa no Cruzeiro

Em recente entrevista ao Globo Esporte (ge), Pepa confessou que saiu magoado do Cruzeiro, uma vez que a diretoria não o abraçou em seu projeto. “Quando falo sobre isso, falo com um bocado de mágoa e frustração, porque não queria sair. Não esperava, nem queria”, disse. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Pepa, porém, compreendeu que a decisão foi tomada com base nos resultados. O time vinha de duas sequências seguidas de oito jogos sem vitórias. Ele foi demitido após a derrota por 3 a 0 para o Grêmio, na Arena, que, em suas palavras, foi a pior atuação do Cruzeiro no ano passado. 

Após a saída de Pepa, o Cruzeiro anunciou Zé Ricardo, que não deu certo. Por fim, o clube teve que recorrer a Fernando Seabra, ex-técnico do Sub-20, e ao diretor técnico Paulo Autuori para escapar do rebaixamento. 

Comentários estão fechados.