Mike Tyson se tornou magnata dos negócios em ramo proibido no Brasil

O lutador Mike Tyson, que está em reta final de preparação para lutar amadora contra o influenciador Jake Paul, está longe dos ringues desde 2005, mas não ficou parado e se tornou um magnata dos negócios em ramo que ainda está proibido no Brasil. Vivendo outra fase, o ex-lutador investiu no mercado da Maconha e fez fortuna.

Prestes a retornar aos ringues, Mike Tyson, ex-campeão mundial peso-pesado na nobre arte, revelou que deve parar com o consumo de maconha. “Não sei, talvez tenha algo a ver com minhas tendências tripolares ou algo assim. Acho que vou ficar muito irritado e desagradável”, afirmou Tyson.

Pensando a longo prazo, Mike Tyson vê muitas chances de crescimento na área. “O céu é o limite”, diz Tyson, que é cofundador e diretor da marca de cannabis sediada em Las Vegas. “Eu era o campeão do mundo e agora sou o campeão na cannabis. Vamos conquistar o mundo. Queremos estar em todos os países do planeta.”, afirmou.

Cássio não fica em cima do muro e revela por que escolheu o Cruzeiro

O goleiro Cássio, recém contratado do Cruzeiro para a temporada de 2024, vindo do Corinthians, está aguardando inscrição para poder começar a jogar e não ficou em cima do muro após ser questionado. Em declaração, o jogador de 36 anos revelou por que escolheu jogar na Raposa, deixando o Timão para trás, onde já estava há 12 anos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“O ciclo lá havia se encerrado no Corinthians, no meu ponto de vista. E quando surgiu as oportunidades, você olha o Cruzeiro, você tem o Pedro, uma história grande, não somente como empresário, mas dentro do clube assim, tem o Pedro Junior também. Você vê o Pelaipe que ajudou o Grêmio na reconstrução lá atrás, e ajudou o Grêmio voltou a ser vitorioso, o Mattos nem se fala, vitorioso, e fez grandes clubes, grandes times”, revelou o goleiro.

Comentários estão fechados.