Joia perdida por Cruzeiro e Corinthians acabou se dando bem no Palmeiras

O Cruzeiro deixou escapar nos últimos anos joia revelada na base que acabou indo para o Palmeiras, já impressionava a todos ainda criança e acabou de ser vendido ao Chelsea, da Inglaterra, por R$ 350 milhões. Há oito anos, o Corinthians também vacilou na gestão dos pequenos e perdeu grande oportunidade de revelar craque.

O gerente geral da base do Corinthians, Claudinei Muza, afirmou que o atacante Estêvão, hoje no Palmeiras, foi oferecido a ele durante sua segunda passagem pelo clube do Parque São Jorge. Estevão já foi vendido ao Chelsea, mas só vai se juntar ao clube em maio de 2025, quando completar 18 anos. Muza contou que recebeu uma ligação sobre Estêvão, que na época era chamado de Messinho, em 2016: “Me mandaram o DVD”. O profissional ficou entre 2014 e 2021 na base do Corinthians.

“Na última passagem que tive no Corinthians, fiquei sete anos e meio, em 2016 alguém me ligou. Na época ainda tinha o DVD, me mandaram o DVD dele [Estêvão]. Ele era chamado de Messinho. Morador de Franca, a gente identificou qualidade, mas, para um menino de nove anos, é muito difícil”, afirmou Muza, antigo gerente do Corinthians.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Com dificuldades para leva-lo, o Corinthians acabou não fazendo o investimento e hoje deixa de faturar R$ 350 milhões. “A gente acabou não trazendo porque a gente tinha que trazer a família junto. Para se alojar, tirar um garoto da família, tem que ter mais de 14 anos completos. E ele tinha apenas nove. Acabou seguindo, depois foi para o Cruzeiro, apareceu no Palmeiras e hoje é uma realidade. Mas em 2016 ele foi oferecido para mim, não foi para o Corinthians. Foi para mim”, finalizou.

Comentários estão fechados.