Goleiro Gomes faz revelação surpresa sobre treta no Cruzeiro

Campeão da Tríplice Coroa com o Cruzeiro em 2003, Gomes foi um dos grandes goleiros que defendeu a meta celeste. Durante a sua passagem pela Toca da Raposa, o arqueiro ganhou projeção internacional e não demorou muito para vestir a camisa da Seleção Brasileira

O fato é que, em entrevista à Itatiaia, Gomes abriu o jogo e contou um episódio que aconteceu no Cruzeiro em 2003, quando se envolveu em uma confusão com o ex-meia Zinho, tetracampeão do Mundo com a Seleção Brasileira em 1994. 

Gomes contou tudo sobre treta no Cruzeiro

Gomes contou que, na ocasião, apelou com Zinho pelas reclamações dele durante um treinamento na Toca da Raposa. O ex-goleiro afirmou que o “bicho pegou” no clube e que o técnico Luxemburgo precisou intervir. 

“Tenho até vergonha de contar isso. O Zinho era muito chato, muito ranzinza. A gente ia jogar um rachão, eu jovem… se jogasse a bola para o Zinho, ele reclamava, se não jogasse, ele reclamava. Nesse dia eu apelei, estourei. ‘Não Zinho, já deu’. O bicho pegou”, disse.

Após a discussão acalorada em campo, Vanderlei Luxemburgo tomou à frente da situação e deu bronca nos dois dentro do ônibus. Gomes revelou que se desculpou com Zinho e, de acordo com o goleiro, essa situação serviu para fortalecer ainda mais o elenco que viria a conquistar tudo naquela temporada. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“O Vanderlei Luxemburgo foi lá no ônibus, a gente naquela discussão. Pensei que o Vanderlei ia dar uma ‘colada’ só em mim, mas foi nos dois, chamou a atenção. Foi por isso que o Cruzeiro ganhou tudo naquele ano. Depois, eu pedi desculpas a ele. O Zinho é um cara sensacional, mas era muito ranzinza”, concluiu.

Revelado pelo Cruzeiro em 2002, Gomes seguiu no clube mineiro até a temporada de 2004. Ao todo, o ex-goleiro entrou em campo para defender as cores da camisa celeste em 110 jogos e, como dito, foi um dos destaques no time na campanha da Tríplice Coroa. Após deixar a equipe celeste, acertou sua ida ao PSV, da Holanda, onde é considerado ídolo.

Comentários estão fechados.