Festas de Carnaval podem gerar perda milionária ao Cruzeiro

O Cruzeiro voltará a campo nesta sexta-feira de Carnaval (9) para encarar o Patrocinense, no Mineirão, em jogo válido pela quarta rodada do Estadual. No entanto, a Raposa pode acabar sendo prejudicada pelo período carnavalesco e tomar um prejuízo milionário.

Isso porque, para a partida desta sexta, o Cruzeiro pode registrar o pior público celeste no Gigante da Pampulha desde que Ronaldo Fenômeno assumiu a SAF da Raposa. 

De antemão, vale lembrar que, até aqui, o menor público no Mineirão foi registrado no clássico contra o América, no Campeonato Mineiro de 2022. Naquela ocasião, em jogo válido pela terceira rodada, apenas 18.835 torcedores estiveram no estádio. O Coelho venceu o duelo por 2 a 0. 

Essa marca negativa deve ser quebrada na sexta. De acordo com a última previsão do Cruzeiro, divulgada na manhã desta quinta-feira (8), a expectativa é para um público de 15 mil torcedores. Cumpre dizer que, ciente da baixa demanda, a Raposa não abriu a venda de todos os setores do estádio, para evitar um prejuízo ainda maior aos cofres do clube. 

Cruzeiro também pode bater outro recorde no Mineirão

Se, por um lado, a partida contra o Patrocinense pode ficar marcada pelo pior público no Mineirão na Era Ronaldo, por outro, a Raposa tem tudo para quebrar o recorde de torcedores no estádio em 2024. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Isso porque, como todos bem sabem, Cruzeiro e Atlético-MG chegaram a um acordo para ter torcida única nos clássicos até 2025. Desta forma, quando as equipes se enfrentarem no Brasileirão ou na fase mata-mata do Campeonato Mineiro, a Raposa terá direito a 100% dos ingressos. 

Destaca-se que, quando há a presença das duas torcidas, uma faixa do estádio precisa ser esvaziada por medidas de seguranças, para separar os rivais. Sendo o jogo com torcida única, todos os ingressos poderão ser colocados à venda. 

Comentários estão fechados.