Ex-Cruzeiro revela estar “perdido” após deixar os gramados com 26 anos

Com uma breve e traumática passagem pelo Cruzeiro no dificílimo ano de 2020, o meio-campista Everton Felipe surpreendeu a todos ao anunciar a sua aposentadoria com apenas 26 anos. A decisão foi tomada por conta de questões de saúde. Em entrevista ao Globo Esporte (ge), o agora ex-jogador abriu o jogo e contou que luta contra a depressão. 

Como mencionado, Everton Felipe defendeu as cores da camisa do Cruzeiro em 2020, primeiro ano do time na Série B do Brasileirão. No entanto, deixou o clube em meados daquela temporada. Ele esteve na Toca da Raposa através de um empréstimo do São Paulo.

Ex-Cruzeiro, Everton Felipe abre o coração

Porém, por conta de um não pagamento, o clube paulista acionou o Cruzeiro na Justiça e pediu a volta do meia. Ao todo, Everton Felipe entrou em campo para defender as cores da camisa do Cruzeiro em apenas nove jogos. 

Revelado pelo Sport, o atleta surgiu para o futebol como uma das grandes promessas do Leão. Além de São Paulo e Cruzeiro, também defendeu a camisa do Athletico. Everton Felipe fez um balanço de sua carreira e explicou a decisão de ter pendurado as chuteiras. 

Vale dizer que o meia sofreu uma grave lesão no joelho e, atualmente, tem dificuldades até para subir escadas e caminhar. “Para ser bem sincero, não tenho plano B, plano C, plano D. Ninguém espera parar aos 26 anos. Não tenho nenhum plano. Estou perdido”, afirma Everton Felipe.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O último clube de Everton foi o Retrô. Após deixar o Sport, no final de 2022, o meia iniciou um tratamento no time pernambucano no ano passado. Porém, disputou apenas uma partida pela Série D, no dia 28 de julho, mas, por conta de problemas físicos, não conseguiu mais jogar. 

Comentários estão fechados.