Ex-Cruzeiro deu adeus para ganhar “salário de atacante” no novo time

O torcedor do Cruzeiro viveu uma semana agitada com a saída de Ronaldo Nazário e a chegada de Pedro Lourenço à frente da SAF do clube. As negociações foram sacramentadas na segunda-feira (29), na Toca da Raposa. O empresário mineiro adquiriu 90% das ações do clube por R$ 600 milhões. 

No entanto, as mudanças não se resumiram apenas ao mandatário celeste. Isso porque, antes mesmo da saída de Ronaldo Nazário, o clube havia anunciado o desligamento de Pedro Martins, ex-diretor executivo de futebol do Cruzeiro. Não custa lembrar que o profissional assumiu a função no Vasco. 

Após a saída de Pedro Martins, Paulo André assumiu de forma interina o cargo. Durante a coletiva para se apresentar ao torcedor, ele afirmou que o ex-diretor aceitou a oferta do Vasco, porque, no clube, iria receber um “salário de atacante”. 

“Brinquei com ele, ele foi receber salário de atacante no Vasco. Para a carreira dele, aspecto pessoal, isso faz diferença. Por isso, ele tomou a decisão. O Pedro nos comunicou há uns três dias mais ou menos que tinha aberto uma conversa com o Vasco”, disse Paulo André. 

Cruzeiro já definiu um substituto

O fator que Pedro Lourenço não quis esperar e já encontrou um substituto para Pedro Martins. A saber, trata-se do agente Alexandre Mattos, que já teve uma passagem pelo Cruzeiro. O profissional estava no América, mas se desligou do Coelho e aceitou o convite do amigo para assumir o carro na Raposa. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ainda em tempo, não custa lembrar que o Cruzeiro entrará em campo na noite deste sábado (4), às 21 horas, para encarar o Internacional, no Mineirão. O duelo será válido pela quinta rodada da Série A do Brasileirão.

Comentários estão fechados.