Dono do Cruzeiro, Ronaldo volta a criticar FMF

No Estádio Pedro Alves do Nascimento, Patrocinense e Cruzeiro se enfrentaram em partida válida pela última rodada do Campeonato Mineiro. A equipe da Raposa já estava classificada para o mata-mata do torneio, no entanto, buscava a melhor colocação possível para obter vantagem na próxima fase.

Com a derrota por 2×1, o Cruzeiro agora joga na desvantagem contra o Athletic, que conquistou a vice-colocação da primeira fase. O clube alvinegro agora se classifica em caso de empate no placar agregado contra a equipe celeste, que só avança em caso de vitória.

O dono do Cruzeiro, Ronaldo Fenômeno, voltou a criticar a FMF e as qualidades do gramados no campeonato estadual.

“Eu tinha umas fotos do campo do gramado do Patrocinense, que pelo amor de Deus… Já falei algumas vezes dos gramados do Mineiro. Tem sido um pior que o outro quando se joga fora de casa. No campo do Patrocinense estava bem osso, bem ruim, aquela grama de jardim bem grossa.

Novamente, a Federação deveria exigir um padrão de tipo de grama para os estádios do Mineiro, a gente tem que buscar evolução, melhorar o campeonato, melhorar o produto, essas coisas são as principais”.

Ronaldo e os estádios

Esta não é a primeira vez que Ronaldo comenta sobre as condições do gramado do estádio. Recentemente, em live na Twitch, plataforma de streaming, o Fenômeno comentou sobre as condições adversas de diversos campos utilizados pelos adversários do Cruzeiro.

“Isso não se usa mais hoje para jogo de futebol. Acho que é preciso ter um padrão. As federações têm que exigir um padrão aos clubes de gramado. Têm vários tipos [de gramado], o Brasil é muito grande e em cada lugar não vai ser a mesma grama, mas essa grama de jardim, que é grossa que cresce em qualquer lugar, essa não é para futebol. Isso é para jardim”, reclamou Ronaldo.

“Os estádios novos todos têm gramados inclusive híbridos, com parte sintética e parte natural. Acho que temos que, enquanto líderes do futebol, falar abertamente sobre os problemas que a gente enfrenta. Temos que proteger os nossos atletas, oferecendo um gramado de qualidade, onde a bola tenha velocidade”, completou.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.