Deyverson ficou decepcionado com o salário oferecido pelo Grêmio

O atacante Deyverson, de 32 anos, está querendo deixar o Cuiabá, que topa negocia-lo, mas para negociar quer compensação interessando. De olho no jogador, o Grêmio fez proposta salarial, que desagradou e dificilmente a contratação vai acontecer com os números oferecidos pelo clube gaúcho. A equipe gaúcha não aceita pagar acima e um desfecho não deve acontecer.

Com contrato até o final de 2024, o Grêmio ofereceu salário de R$ 400 mil para Deyverson, sem luvas de assinatura. O jogador que deseja mudar de clube quer vencimentos na casa dos R$ 600 mil e mais luvas de R$ 3 milhões. Além dos salários e luvas, o Grêmio também teria que pagar R$ 5 milhões ao Cuiabá pela liberação.

Somando salário mais luvas, Deyverson recebia cerca de R$ 700 mil no Grêmio. Com contrato até dezembro de 2024, o jogador já pode assinar pré-contrato com outra equipe. Querendo ir embora, o jogador vinha enfrentando resistência, já que o Cuiabá estava irredutível no valor de R$ 20 milhões, mas para não perde-lo de graça está topando negociar.

Deyverson já negociou com o Cruzeiro em 2022, mas as partes não conseguiram chegar a acordo, já que o salário exigido era alto demais para a equipe que na época disputava a Série B. O jogador acabou acertando com o Cuiabá após deixar o Palmeiras.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Cruzeiro volta a campo nesta quarta-feira (3), contra o Criciúma, em Criciúma, no Heriberto Hulse, às 20 horas, pela décima terceira rodada do Brasileirão. A Raposa vem de derrota para o Flamengo por 2 a 1 no Maracanã, ficou com 20 pontos e está na sétima colocação da Série A.

Comentários estão fechados.