Daniel Alves deve assinar vínculo vitalício após deixar a cadeia

O lateral-direito Daniel Alves, de 40 anos, que está preso na Espanha acusado de agredir sexualmente uma mulher dentro de uma boate de Barcelona em dezembro de 2022. Condenado a quatro anos e seis meses de prisão, o jogador deve assinar vínculo vitalício após deixar a cadeia quando cumprir a sua pena.

Casado com Joana Sanz desde 2017, Daniel Alves e a esposa devem conversar após o cumprimento da pena para decidirem se vão continuar ou não o matrimônio. De início, a ideia da esposa era encerrar o vínculo, já que além do crime o jogador cometeu traição, mas com o passar do tempo mudou de ideia. No entanto, inicialmente, vão morar em casas separadas para tomarem uma decisão.

A defesa da vítima pediu à Justiça da Espanha a condenação por 12 anos de prisão ao ex-jogador do Barcelona. Além da pena, a defesa da vítima também pediu uma medida protetiva impedindo que Daniel Alves se aproxime da moça por menos de um quilômetro durante 10 anos após o jogador cumprir sua pena.

Meia Rodriguinho atuou no Cruzeiro e ganhou salários astronômicos

O Cruzeiro contratou no começo de 2019 o meia Rodriguinho, que tinha vivido grande fase no Corinthians, em negociação estranha e com valores assombrosos. Vivendo bom momento no futebol brasileiro, o jogador foi contratado para o lugar de Arrascaeta, que havia sido vendido ao Flamengo e tinha a missão de comandar a equipe, mas deu tudo errado e ao final da temporada o time foi rebaixado no Brasileirão.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

No contrato, Rodriguinho recebia R$ 650 mil por mês, sendo R$ 390 mil na Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) e R$ 260 mil de imagem. Ao final da temporada, com o rebaixamento, Rodriguinho foi negociado com o Bahia, depois jogou no Cuiabá e hoje em dia está aposentado e vem trabalhando nos bastidores do futebol.

Comentários estão fechados.