Cruzeiro mostra sua força para quebrar escrita que dura mais de 30 anos

A torcida do Cruzeiro está vivendo momento especial neste começo de 2024 após anos de crises, vem mostrando força e tem tudo para quebrar escrita que já dura mais de 30 anos. Neste domingo (7), Cruzeiro e Atlético-MG se enfrentam no Mineiro, pela segunda partida da final do Campeonato Mineiro, às 16h30.

Para a partida, mais de 60 mil ingressos já foram vendidos antecipadamente e vai quebrar recorde em decisões estaduais desde 1990. Naquele ano, 90 mil torcedores acompanharam a decisão. Somando as duas partidas, na Arena MRV e no Mineirão, o publico deve superar a marca dos 100 mil presentes. De lá para cá, o maior publico é de 53.572 presentes.

Com quatro dias ainda para a final, poucos ingressos ainda estão a venda. O total a disposição é de 61.582, restando apenas o percentual disponibilizado para as gratuidades. O Cruzeiro não vence o estadual desde 2019 e quer encerrar a sequência de títulos do maior rival. O Cabuloso tem a vantagem do empate para levar a taça.

Antes da final, o Cruzeiro estreia pela Copa Sul-Americana, nesta quinta-feira (4), contra a Universidad Católica, em Quito, no Equador, às 21 horas. Para a partida, o Cabuloso deve poupar alguns titulares. Juan Dinenno e Arthur Gomes não viajaram após exames apontarem desgaste muscular.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Provável escalação do Universidad Católica-EQU: Rafael Romo; Gregori Anangonó, Exon Gustavo Vallecilla, Fausto Grillo e Layan Loor; Kevin Minda e Facundo Martinez; Kevin Quevedo, Luciano Nieto e Ismael Díaz; Jhon Cifuente. Técnico: Jorge Celico.

Provável escalação do Cruzeiro: Rafael Cabral; Zé Ivaldo, João Marcelo e Neris (Lucas Villalba); William, Lucas Romero (Lucas Silva), Filipe Machado (José Cifuentes) e Marlon (Barreal); Robert, Matheus Pereira e Rafael Elias Papagaio. Técnico: Nicolás Larcamón.

Comentários estão fechados.