Cria da Toca promove reviravolta na carreira e deve defender o Paraguai na copa de 2026

O meia Mauricio, “cria da Toca” e hoje, jogador do Internacional, avalia defender o Paraguai, onde seu pai possui nacionalidade. Além disso, o treinador do Paraguai, Guillermo Barros Schelotto, conversou com o ex-técnico do Internacional, Alexander Medina, sobre o meia.

O jogador falou, após a vitória sobre o América-MG, na segunda-feira (11), que existe sim a possibilidade de defender a seleção paraguaia. Mas fez questão de ressaltar que é uma decisão difícil e que irá consultar sua família.

“Ainda não conversei com a minha família. Não é uma decisão apenas minha ou somente da minha família, devo conversar com todo mundo. Tenho que pensar em conjunto, é uma decisão difícil. Eu também sou brasileiro, tenho sonhos e preciso pensar com carinho. É complicado, mas terei de tomar uma decisão ali na frente”, disse o meia.

Mauricio ainda falou sobre a participação de seu ex-técnico no processo. “Quando o Medina estava aqui chegou a me comentar que tinha um contato com o treinador e que eles estavam pensando. Houve a informação, mas não chegou nada. Meu pai nasceu no Brasil, mas com dois anos foi para o Paraguai e passou a adolescência toda lá. É algo que tenho de pensar”, concluiu.

Passagem pelo Cruzeiro

Mauricio fez 41 jogos com a camisa do Cruzeiro, marcando seis gols. Deixou o Cruzeiro no final de 2020, em troca com o Internacional, pelo atacante William Pottker. Em suas redes sociais, na época, o meia publicou:

“Primeiramente gostaria de agradecer ao Cruzeiro pelos ensinamentos, pelos dois anos que passei no clube por tudo que vivi, pelas dificuldades e pelas vitórias, e principalmente pelos aprendizados, por ter ajudado a realizar muitos sonhos e espero que eu tenha ajudado de alguma forma. Agradecendo desde os funcionários do clube até o presidente pelo carinho, educação e profissionalismo. Que Deus abençoe”.

- Publicidade -

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.