Comprar ou administrar? Os planos do Cruzeiro para o Mineirão

O Cruzeiro está fazendo de tudo para retornar aos períodos de glórias da sua história, vem fazendo grandes aportes em contratações para brigar por títulos e agora sonha em ter estádio. Sem querer construir um espaço do zero, a Raposa deseja assumir a gestão do Mineirão, que hoje é feita pela Minas Arena, sendo propriedade do estado de Minas Gerais.

Em entrevista nesta terça-feira (2) na Toca da Raposa, Pedro Lourenço encerrou o sonho da torcida em construir um estádio. O empresário afirmou que a ideia é poder usar o Mineirão e quem sabe no futuro assumir a gestão do Gigante da Pampulha. “Nada de construir estádio, o negócio é a gestão do Mineirão”, afirmou o dono da SAF.

“O Mineirão vai ficar por minha conta, eu que tratarei desse assunto. Fazer estádio é fora de cogitação”, complementou Pedrinho, que já investiu mais de R$ 173 milhões em jogadores desde que assumiu a gestão do clube no final de abril, mas não prevê investimento em construção de estádio para a Raposa.

Ainda na declaração Pedrinho disse que a ideia é usar o Mineirão por um bom tempo, aprimorando o espaço para se tornar a casa do Cruzeiro. “A ideia é o Mineirão ser do Cruzeiro. Trabalharemos para isso. Mas também temos que respeitar a Minas Arena, que gastou dinheiro. O contrato é muito ruim para o Cruzeiro mesmo, e trabalho para melhorar ele. Mas a ideia é ele ser nosso”, explicou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O Cruzeiro vem tendo grande desempenho no Mineirão em 2024 no Brasileirão, com 100% de aproveitamento.

Comentários estão fechados.