Clássico mineiro segue rendendo e agora o árbitro decidiu soltar o verbo

Cruzeiro e Atlético-MG estão decidindo o Campeonato Mineiro de 2024, que terá jogo final no próximo domingo (7), no Mineirão, para mais de 60 mil torcedores nas arquibancadas. Com empate por 2 a 2 no jogo de ida, na Arena MRV, o clássico estadual segue rendendo boas histórias e declaração de árbitro agitou o noticiário mineiro após soltar o verbo.

Apitador do jogo de ida, Felipe Fernandes de Lima foi criticado pelo atacante Hulk, que se disse desrespeitado por comportamentos do árbitro. “Apenas não concordei com a falta dele, tão pouco ele é obrigado a me dar amarelo. Eu falo para eles, não estou reclamando do trabalho deles, se foi bem, se foi mal, o que eu vou falar é do comportamento dele com nós jogadores. O cara é muito boçal, a gente vai conversar com ele com todo respeito do mundo e ele dá as costas.”, disse Hulk.

Pelas redes sociais, Felipe Fernandes respondeu comentário em publicação afirmando que “Nem Jesus agradou todo mundo”. Depois de muitas críticas de Hulk, o sindicato dos árbitros saiu em defesa do profissional e emitiu nota dizendo que os jogadores tentam transferir responsabilidades dentro de campo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Na partida inicial, Felipe Fernandes foi cobrado por Hulk pela falta de respeito com os jogadores. O atacante afirmou que não se tratava de um caso isolado. “Everson foi falar com ele ali: professor, cê deu nove minutos. Ele falou: no segundo eu vou dar 12, 15! Cara não pode ser assim.”, finalizou Hulk.

Comentários estão fechados.